Skip to content

DSCSA: ENTENDA OS REQUISITOS DA INTEROPERATIVIDADE NA SAÚDE

A U.S. Food and Drug Administration determina que farmácias e sistemas de saúde devem:

  • Verificar e rastrear produtos com troca de dados eletrônica até novembro de 2023.
  • Encontrar soluções que suportam dados de eventos EPCIS a nível unitário.
  • Implementar uma rede segura de troca de dados entre parceiros comerciais.

Entre em contato

Novos desafios demandam soluções digitais

Os dispensadores em saúde precisam efetivar um Sistema de Rastreabilidade eletrônico e interoperável até a fase final da implementação da Drug Supply Chain Security Act (DSCSA) em 2023.

  • Rastreando produtos farmacêuticos ao nível do pacote.
  • Identificando, verificando e respondendo a produtos suspeitos e ilegítimos.
  • Fazendo recalls mais rápidos e menos custosos.

A Food and Drug Administration (FDA) entende a interoperatividade como a solução para um fornecimento de medicamentos seguro. Então farmácias e sistemas de saúde precisam garantir a interoperabilidade dos seus processos e atender aos três principais requisitos da DSCSA antes que o tempo acabe.

banner-2-01

ALCANCE OS REQUISITOS DA DSCSA 2023 EM TRÊS PASSOS.

3

1. Trocando dados

A troca de dados interoperável permite que parceiros comerciais compartilhem informações de rastreabilidade importantes com segurança.

Você deve compartilhar as Informações de Transação (TI) e as Declarações de Transação (TS) necessárias de forma eletrônica, incluindo o identificador completo do produto serializado ao nível da embalagem - contendo o Número de Série do produto, sua Data de Validade, Número de Lote e o National Drug Code (NDC). As TI eletrônicas substituem o Advanced Shipping Notice (ASN) no fornecimento do Histórico de Transações (TH), transformando o atual T3 em um T2 digital.

2

2. Verificando medicamentos

Todos os parceiros comerciais da cadeia de suprimentos farmacêutica devem poder verificar o identificador de um produto suspeito ao nível da embalagem quando solicitado por um parceiro comercial ou outro agente. Sistemas de saúde e farmácias precisam pensar e implementar processos escaláveis que:

  • Capturam e armazenam grandes volumes de dados de produtos serializados.
  • Mantenham dados para recuperação, correspondência e troca de informações de produtos suspeitos.
  • Respondam às notificações de parceiros sobre possíveis produtos ilegítimos em até 24 horas, obrigatoriamente.
1

3. Rastreando qualquer informação

Você é proibido de aceitar a propriedade de um produto farmacêutico sem ter acesso ao seu T3 completo que deve ser fornecido pelo proprietário anterior, contendo Informações de Transação (TI), Declarações de Transação (TS) e Histórico de Transações (TH).

Essas informações estarão disponíveis apenas eletronicamente quando novembro de 2023 chegar. Esteja pronto para receber e compartilhar dados eletronicamente ao transferir a propriedade de um medicamento. Mantenha as informações, históricos e declarações de transação por pelo menos 6 anos.

Compartilhe dados com qualquer parceiro! Conheça a linguagem EPCIS

Prepare-se para o Electronic Product Code Information Services (EPCIS), o único padrão de troca de dados compatível aos requisitos DSCSA.

É necessária uma linguagem comum para que a troca de dados de produtos farmacêuticos funcione. O EPCIS entende cada processo da cadeia de suprimentos como um evento específico (embalagem, envio ou recebimento, por exemplo) e ajuda você com um formato padrão para a comunicação eficiente de informações comerciais sobre qualquer etapa do produto.

  • Comunique informações essenciais sobre o rastreamento interoperável ao nível da embalagem, sem erros.
  • Conecte-se facilmente com qualquer parceiro comercial internacional.

Cumpra os requisitos sem interromper suas operações!

track-and-trace

COMECE O SEU PLANEJAMENTO AGORA. 2023 NÃO VAI ESPERAR!

Converse com o nosso time agora.

Agende uma demonstração